25 de dezembro de 2013

Anjos na Janela, Deus na Terra


"Mas o anjo lhe disse: 'Maria, não temas; porque achaste graça diante de Deus. Eis que conceberás e darás à luz um filho, a quem chamarás pelo nome de Jesus."

Lucas 1:30,31


Maria foi a primeira a experimentar o Natal.

Ela o viveu, antes mesmo que ele existisse.

Nós trazemos a Jesus no coração, mas somente ela teve o privilégio de carregá-Lo no ventre.

Maria foi a única a conhecer a Jesus antes que Ele nascesse e a única a receber a visita do anjo Gabriel na sala de sua casa.

Subitamente, sem aviso prévio ou convite enviado via Facebook, Gabriel adentra e anuncia:

- Deus te elegeu para a mais nobre de todas as tarefas. Você está grávida. Não de homens, mas do Espírito. Não temas. E, a propósito, chame este filho de Jesus.

Aí está.

Em dois minutos, Maria deixa de ser uma camponesa israelita da qual nunca ouviríamos falar para se tornar a mãe terrena do Deus celestial.

O Natal é isso. É Deus visitando seu povo e tirando-o de uma existência comum enquanto lhes apresenta uma vida extraordinária.

Quando Jesus nasceu, o pecado morreu.

Quando aquele Deus-Bebê chorou, o Céu sorriu.

Quando Maria tomou o bebê Jesus nos braços, era Ele quem, na verdade, nos pegava pela mão.


***

Por favor, interrompa a leitura por um instante, tire os olhos do computador e veja se tem um anjo entrando por sua janela.

Se sim, depois me conte o que ele disse.

Se não, não desanime.

Há cerca de 2000 anos Deus não precisa mais exclusivamente de anjos para enviar recados a seus filhos. Ele próprio veio - e ainda vem - dar o recado, que costuma ser escrito de várias formas.

Talvez o seu "anjo na janela" seja uma porta aberta, um diploma conquistado, uma pessoa amada. Enfim, um sorriso.

O importante é que você saiba que, tal qual Maria, você não veio ao mundo a passeio. Você não foi gerado para tarefas comuns, mas foi criado sob medida para missões extraordinárias.

Comemorar o Natal é celebrar a um Deus que desceu do Céu para nos buscar e revelar o quanto somos importantes, apesar de impuros, e impuros, apesar de importantes.

Um Deus maior do que o universo, mas que aceitou (e planejou!) diminuir-se a ponto de caber no ventre de uma jovem.

O Natal é a oportunidade de adorar ao Deus-Bebê. Àquele que, antes de curar cegos com suas mãos, curou nossas almas com sua chegada.

Jesus já usou fraldas.

Jesus já chorou pedindo colo.

Jesus já engatinhou no chão poeirento.

Ele poderia ter descido do céu num cometa ou simplesmente se teletransportar para cá aos 30 anos de idade, mas decidiu vir como um de nós. Decidiu ser um de nós.

É comum celebrarmos o poder de Cristo, mas o Natal é a oportunidade de falarmos sobre seu caráter. E é este caráter, manifesto num Deus incapaz de deixar de amar, que deve nos encher de esperança.

Deus ainda envia anjos até nós.

Ele ainda concede perdão aos indignos.

Ele ainda dá grandeza aos pequenos.

Ele ainda vem buscar os perdidos.

Neste Natal, não apenas comemore o nascimento de Cristo, mas permita que Ele nasça em todas as áreas de sua vida.

Jesus não deseja habitar em presépios, mas em corações. De nada adiantará admirá-Lo sem servi-Lo.

E, enquanto isso, esteja sempre atento às janelas. Nunca se sabe quando um anjo virá fazer uma visitinha...

26 de agosto de 2013

Des(amparo)


"Se tu podes fazer alguma coisa, tem compaixão de nós, e ajuda-nos."

Marcos 9:22


Aquele não foi o melhor dos apelos.

Ele não estava muito confiante ou seguro. Pelo contrário. A cada instante, a sensação de estar no lugar errado aumentava.

Por isso, ele chorava, ainda que muitos estivessem vendo.

Seu filho estava ali, vitimado há anos por um demônio. Não falava ou ouvia. Tinha convulsões terríveis e vivia tentando se matar.

Nenhum médico trouxe-lhe soluções. Nenhuma tática lhe trouxe alívio.

Até que lhe falaram do tal Jesus. Lhe disseram que Ele curava cegos, paralíticos e afins...

Ele então pega seu filho e viaja ao encontro do Mestre. Chegando lá, porém Jesus não está. Os discípulos tentam ajudá-lo, colocando as mãos sobre a cabeça do menino, mas o demônio não sai.

Pior: o menino começa a se debater violentamente no chão e todos ao redor já se preparam para vê-lo desfalecer.

Até que Jesus chega e aquele pai lança suas últimas fichas.

- Se você puder fazer alguma coisa... - Ele diz, enquanto Cristo o observa.

Convenhamos: "Se" não parece ser a palavra ideal para se dizer àquele que acalmou o mar.

Jesus, porém, não parece se ofender e responde:

- Eu posso, se você crer. Tudo é possível ao que crê.

- Eu creio, Senhor! Ajuda-me na minha incredulidade...

Mais uma frase confusa. "Creio" e "incredulidade" parecem não combinar.

Mas para Jesus, basta.

Ele cura o menino. Ele expulsa o demônio. Ele o que aquele homem nunca teve: Paz.


***

Desamparo.

Eis a palavra ideal para resumir o que aquele pai sentia.

Ele tinha um grande problema e ninguém era capaz de ajudá-lo.

Ao ver Jesus, ele creu, mas.... Bem, é esse "mas" que costuma estragar tudo.

O pai, porém, não se rendeu.

- Eu creio! - Disse. - Mas ajuda-me a crer...

É como se ele dissesse: "Senhor, eu quero crer. Então, por favor, me ajude a parar de olhar para esses rostos incrédulos. Faça o meu filho viver! Me ajude a não ver as circunstâncias!".

As palavras dele são a minha deixa. Será que tenho leitores tão desamparados quanto aquele pai?

pequena, problema grande.

Incomodamente cercado, porém desesperadamente sozinho.

Lutando, mas quase esmorecendo.

E se emocionando enquanto lê isto e pensa: "Ele está falando de mim!".

Jesus foi o último recurso daquele pai. Sua última chance.

Para chegar ao Mestre, ele precisou desistir dos médicos. Para alcançar o milagre, ele precisou desistir dos roteiros.

Você também precisará desistir de algumas coisas para chegar até Jesus.

Como disse no início deste texto, aquele pai não era o Superman.

Tinha dúvidas.

Tinha medo.

Tinha raiva.

Mas ainda lhe restava um pouquinho de .

E, acredite, Jesus não resiste a ela.

Ele nunca exigiu corações perfeitos, mas sempre confessou amar os sinceros.

Aos desamparados, a frase d'Ele ainda é a mesma: "Tudo é possível ao que crê".

Note algo especial: Ele não disse que tudo é possível "aos fortes", "aos bons" ou "aos inabaláveis".

No Reino d'Ele, basta-nos crer e obedecer.

Basta conservar a chama, mesmo em meio ao vento forte.

Jesus não se aposentou.

Ele ainda é o nocauteador de desamparos e o benfeitor dos desamparados...

12 de agosto de 2013

Hoje, o Pasto; Amanhã, o Trono


"Disse o Senhor a Samuel: 'Até quando terás pena de Saul, havendo-o eu rejeitado, para que não reine sobre Israel? Enche um chifre de azeite e vem; enviar-te-ei a Jessé, o belemita; porque, dentre os seus filhos, me provi de um rei.'"

1Samuel 16:1


É incrível quanta coisa está acontecendo no mundo sem que saibamos.

Neste momento, alguém que não conhecemos nasceu.

Neste, alguém morreu.

Ao redor do globo, pessoas estão chorando, sorrindo, praguejando ou agradecendo.

Aliás, nem precisamos ir tão longe. Quantas coisas estão acontecendo neste exato momento com você sem que você saiba?

Com Davi foi assim.

Naquela manhã, ele, ainda adolescente, acordou como em um dia qualquer.

Tomou café, escovou os dentes e foi para o pasto.

Harpa numa mão, livro de salmos na outra, Davi chamaria aquele dia de "comum". A poucos quilômetros dali, porém, Deus encomendava o extraordinário...


***

Deus e Samuel conversavam. Saul, rei de Israel, precisava ser substituído.

Deus iria ungir alguém.

- Vá até a casa de um homem chamado Jessé, Samuel. Um dos filhos dele será o novo rei. - Decretou o Senhor.

Esse "um dos filhos dele" - um molecote chamado Davi - estava limpando cocô de ovelha enquanto era alçado ao trono.

É incrível, não?

Naquela manhã, Davi nem sonhava que Samuel ia ao seu encontro. Hoje, talvez, você nem imagine quem está indo até você...


***

Preciso mesmo dizer que há Samuels vindo ao seu encontro neste exato instante?

Em algum lugar, Deus acaba de dar uma ordem ao seu respeito.

Seu futuro marido (que você ainda nem conhece!) acaba de receber um afago de Deus.

Seu futuro patrão (que você ainda nem conhece!) acaba de ver seu currículo.

Seu futuro ministério (que você ainda nem conhece!) acaba de ser fundado.

Ou seja, você não está vendo nada, mas Deus está providenciando tudo.

Para descobrir isso, você precisará estar a postos.

Já imaginou se Davi desse uma de rebelde naquele dia? E se ele decidisse fugir ou dormir até tarde?

Se Davi não estivesse no pasto, acabaria perdendo o trono.

Perderia uma unção extraordinária apenas por não tolerar mais um dia comum.

Mas isso não aconteceu. Ele estava onde deveria estar.

Faça o mesmo.

Se sua vida anda "comum" até onde seus olhos alcançam, comece a pensar nas coisas que só o seu coração pode ver.

Há um Samuel vindo até você.

Uma bênção.

Uma vitória.

Uma resposta.

E, principalmente, uma unção.

Deus não precisa te dar satisfações ou provas. Ele trabalha com promessas.

Davi compunha salmos naquele pasto sem graça. Chegou a hora de você fazer o mesmo. Louve a Deus nesse emprego ruim, nessa solteirice incômoda ou até mesmo nessa tempestade assustadora.

Faça tudo isso crendo que há algo maravilhoso a caminho.

Permaneça onde Deus quer e Ele virá te visitar. Dias comuns são a sala de espera do consultório de um Deus extraordinário!


3 de agosto de 2013

Amo sem ser correspondido(a). E agora?


Entendo com facilidade a Bíblia quando ela fala que Deus "nos amou primeiro".

Aconteceu o mesmo entre mim e Helen. Nesse caso, eu a amei primeiro.

Nós nos conhecemos durante um projeto missionário. Eu me apaixonei logo. Ela não. Deus só me deu o seu amor dela algumas semanas depois, quando passamos a conversar diariamente pelo MSN.

Se eu tivesse desistido, teria perdido a esposa mais incrível que o Universo já viu. Se eu tivesse desistido, teria perdido um pedaço de mim mesmo.


***

Talvez você, que neste exato momento está pensando numa pessoa que não está pensando em você, se identifique com este testemunho.

O que fazer quando amamos alguém que não nos ama?

Sei que você deseja ouvir uma resposta-padrão, mas, infelizmente, ela não existe.

Eu seria irresponsável se dissesse "Continue gostando e orando, um dia ele(a) se apaixonará por você!". Da mesma forma, estaria desrespeitando minha própria história se te aconselhasse a desistir.

Somente Deus conhece a identidade da "metade" que Ele separou para você.

Não se engane: você, suas amigas mais 'experientes' e eu não sabemos de nada. Só Ele sabe.

O verbo "esperar" é o guia do apaixonado. Quem ama, espera. Mas, se somente Deus pode te dar certezas acerca desta espera, a Bíblia pode nos dar pistas sobre ela.

Há pelo menos 3 tipos de "gosto dele(a), mas ele(a) não gosta de mim" extremamente destrutivos. Vamos a eles:

1) Você o(a) ama, mas ele(a) te maltrata

Como disse, Helen não me amava. Mas preciso dizer que ela sempre foi doce comigo.

Nunca me humilhou, destratou, desonrou, diminuiu.

Infelizmente, há pessoas que se apaixonam por carrascos! Pessoas preciosas que se sujeitam a um tratamento medíocre.

Não entregue seu coração a quem não sabe o valor que ele tem.

Jesus um dia nos aconselhou a jamais dar pérolas a porcos. Eles simplesmente não sabem lidar com elas. Jogam no chiqueiro aquilo que deveria estar no porta-joias.

Não faça o mesmo com o seu amor. Ele é especial demais para ser dado a qualquer troll da esquina.

Lembre-se: Uma boa princesa pode até tolerar sapos, mas não caçadores.


2) Você o(a) ama, mas ele(a) não ama Deus

Não conheci Helen na porta de uma balada, mas na de uma igreja.

Obviamente, é possível que Deus queira te usar na vida de alguém , permitindo que você seja um instrumento na vida de seu amado(a). Isso, porém, é uma exceção, não uma regra.

Nosso Blog recebe inúmeros e-mails de moças machucadas por amarem rapazes que sequer honram a Deus.

Seu aquele por quem você suspira não respeita o Deus que você ama, tome cuidado.

Se imaginá-lo na igreja é mais difícil do que imaginá-lo ao seu lado, tome mais cuidado ainda.

A verdade dói, mas evita dores ainda maiores: Não se engane. Ninguém te amará de forma plena antes de ser um cristão pleno.

É impossível amar o outro sem antes amar a Deus.

3) Você o(a) ama, mas ele(a) está comprometido(a)

Helen nunca havia beijado alguém antes de mim e eu nunca havia beijado alguém antes dela. Fomos o "primeiro" um do outro e isso é um grande privilégio!

Talvez você não possa mais ter este privilégio (já beijou um "caçador" disfarçado de príncipe), mas ainda pode ter o de beijar alguém que é seu. Alguém que não foi conquistado por você, mas enviado por Deus.

Vejo pessoas "esperando" que a pessoa amada largue outra e posso imaginar o coração de Deus se partindo.

Querida, não viva de restos. Se você tivesse um banquete à mesa, iria até a lata de lixo da esquina?

Você possui uma Promessa Divina. Jamais - em hipótese alguma - a troque por um Prazer Terreno.


***

Espere sempre, mas não se humilhe nunca. A espera do apaixonado é regada a esperança, não a sofrimento.

Quando declarei meu amor a Helen, ela disse "não". Eu sofri muito e fui dormir chorando. Perguntei a Deus "por quê?", mas também Lhe pedi forças para virar a página.

Eu confessei minha tristeza, mas me neguei a transformá-la em prostração.

No dia seguinte, ela me procurou e começamos a namorar.

É como eu disse: nada é impossível para Deus em Suas Promessas.

O que não pode acontecer é esquecer-se de si mesmo enquanto se ama alguém.

Como legítima princesa amada, você nunca pode se sentar nas ruas sujas da amargura.

Espere, mas não se desespere!


1 de agosto de 2013

O Alfa, o Ômega e Eu


"Eu sou o Alfa e o Ômega, o princípio e o fim, diz o Senhor, que é, e que era, e que há de vir, o Todo-Poderoso."

Apocalipse 1:18

Somos um povo estranho.

Não criamos o mundo, mas continuamos agindo como seus donos.

Não estávamos lá quando Deus disse "Haja Luz!".

Não estávamos lá quando Ele moldou as montanhas com o dedo e encheu os mares com um sopro.

Não estávamos presentes no Princípio.

Da mesma forma, não exerceremos papel algum no Fim.

Sabemos que ele está próximo, mas não podemos marcá-lo.

Podemos ver flores murchas, animais ariscos e mares raivosos.

Podemos ver rugas e cicatrizes.

Podemos ver coisas que não estavam no plano inicial de Deus.

Ainda assim, não podemos ver o fim.

Ainda que chamássemos a morte de fim, estaríamos enganados. Ela, na verdade, é um novo Princípio (embora isso seja assunto para outro post).

O fim de verdade só pode ser dado pelo mesmo Deus do começo.

Jesus afirmou ser o Alfa e o Ômega. Olhe para o alfabeto grego e você entenderá o sentido da frase.

O Alfa é a primeira letra; o Ômega, a última.

E nós? Bem, nós só podemos preencher o meio dessa história celestial...


***

Prometo que você entenderá o que eu quero dizer. Prometo também que serei rápido.

Você tem tentado ser o "Alfa" ou o "Ômega" de si mesmo e dos que te cercam.

Ao decretar o princípio de coisas que não te competem, você se afoba - e, no fim, se afoga.

Veja exemplos:

Ao "dar em cima" de alguém sem antes perguntar a Deus, você tenta ser o Alfa de um relacionamento.

Ao planejar uma carreira sem antes consultar a Deus, você atua como Alfa de seu futuro.

Ao idealizar um plano sem antes submetê-lo a Deus, você quer ser o Alfa de um acontecimento.

Da mesma forma, você também gosta de ser Ômega.

Se não acredita, veja exemplos:

Ao dizer que alguém "nunca mudará", você exerce o papel de Ômega daquela pessoa.

Ao prometer que "nunca perdoará" alguém, você quer ser o Ômega de uma relação.

Ao pensar em desistir de algo, você tenta ser o Ômega de um sonho.

Entende o que eu quero dizer?

Você quer controlar coisas que não são suas e tomar decisões que são de Deus.

Por isso, não comece nada sem consultá-Lo e nunca termine nada sem que Ele te ordene.

Os "Princípios" de Deus são corretos e seus "Fins" são sempre perfeitos.

Enquanto estiver aqui, contente-se com o meio.

Aceite sua condição de instrumento e respeite o Maestro.


***

Deus não quer que você desista.

Se seu sonho estiver longe demais, Ele te levará.

Se seu fardo estiver pesado demais, Ele te ajudará.

Se seus pecados forem abundantes, Ele se superabundará.

Deus também não quer que você se precipite.

Não entregue seu coração de Princesa a quem te trata como plebeia.

Não force nada. Deus nunca precisará de uma 'mãozinha'.

Apenas espere n'Ele.

Olhe para o mundo: Ele é um excelente Alfa.

Olhe para a cruz: Ele é o único Ômega.

Se Ele pôde fazer tudo isso, certamente pode cuidar de você...

30 de julho de 2013

Uma Coisa Te Peço


"Ainda que um exército se acampe contra mim, não se atemorizará o meu coração. Uma coisa peço ao SENHOR, e a buscarei: que eu possa morar na Casa do SENHOR todos os dias da minha vida."

Salmos 27:3,4


Leia o Salmo 27 e você encontrará um Davi acuado, ameaçado e em perigo.

Leia o Salmo 27 e você não encontrará um Davi temeroso.

Cercado por inimigos, Davi escrevia para seu Melhor Amigo.

Ele estava sendo perseguido, caçado, com a cabeça a prêmio, mas ainda assim compunha salmos.

Ao seu redor ouvia gritos, mas de sua boca saíam louvores.

Fugia de exércitos, mas amava tocar harpa.

Não é apenas o destemor de Davi que me impressiona, mas o seu coração.

Ele nunca permitiu que as circunstâncias - ou seja, o que vem "de fora" - influenciassem sua Alma - que está lá "dentro".

Prova disso é a expressão presente nos versículos do topo deste post. Grife-a: "Uma coisa peço ao Senhor, e a buscarei:".

Muitas coisas poderiam vir após esses ":"

Davi poderia pedir livramento (pessoas o perseguiam).

Davi poderia pedir vitórias (inimigos o desafiavam).

Davi poderia pedir força. (batalhas o esperavam).

Mas nada disso parece preocupá-lo. Aprenda: Não se deve pensar na guerra enquanto se conversa com o Senhor da Paz.

Davi não se preocupa com o corpo enquanto fala do coração.

"Morar na Casa do Senhor" é o seu único pedido. Só isso e nada mais.

"Uma coisa peço", ele havia dito e cumpre a promessa.

Cercado por um monte de problemas, Davi só queria Deus.

E você? Já pensou em como completará os seus ":"?


***

Se pudesse pedir a Deus apenas uma coisa, você seria como Davi?

Espero que sim, do contrário, você seria parecido com Arthur.

Eu completaria meus ":" com um salário melhor, uma vida tranquila e chocolates grátis.

Eu falaria sobre mim mesmo e trataria de me proteger contra os tais "exércitos".

Em suma: Eu me daria muito mal.

Deixaria de usufruir do que Deus tem de melhor e acabaria ficando com migalhas.

Não faça o mesmo.

Ainda que os tempos estejam difíceis, não permita que as circunstâncias afetem suas prioridades. E a n° 1 delas deve ser o próprio Deus.

Na casa d'Ele está a solução. Não a dos nossos problemas (tão pequenos!), mas a da nossa Alma (tão preciosa!).

Pegue a caneta e escreva um salmo. E, caso não tenha forças para usar as mãos, use a tinta da que há em seu coração...

29 de julho de 2013

Uma Folha Como Sinal



"Ao cabo de quarenta dias, abriu Noé a janela que havia feito na arca."

Gênesis 8:6

Durante quarenta dias, ela permaneceu fechada. Não porque Noé gostasse do escuro, mas porque simplesmente não havia nada a ser visto.

Lá fora só havia chuva. E, além do mais, qual é o sentido de se ter uma janela num mundo recém-destruído?

Noé logo viria a saber.

Após 40 dias numa arca fechada, ele abre a janela e volta a sentir o vento em seu rosto. Respirando fundo e alisando a barba, ele olha para fora e vê... bem, ele não vê nada.

Ainda assim, a janela não é fechada.

Noé pega um corvo e o solta, mas a ave volta para a arca por não ter onde pousar. O patriarca faz o mesmo com uma pomba, que também acaba retornando.

Embora sua se mantivesse inabalável, posso imaginar Noé coçando a barba. Até quando ele ficaria naquela arca? (Cá entre nós, o ambiente já estava meio chato)

Seria aquele o "Novo Mundo" anunciado por Deus? Um barco ilhado no meio de um monte de água?

Noé volta para seus afazeres, mas, sete dias depois, solta a pomba pela janela novamente.

Não sei porque ele fez questão de usar a mesma pomba, mas vejo nisso um traço de Deus, que nunca descarta alguém apenas por uma falha.

A corajosa pombinha volta a voar e o ansioso Noé volta a se debruçar sobre a janela. Não era, porém, apenas a ansiedade que o segurava ali.

A janela lhe fazia bem. Ela o ajudava a se lembrar de que estava vivo; a janela o aproximava de Deus.

Ao olhar para o horizonte, Noé se lembrava de que a arca era apenas sua passagem, não seu destino.

Noé pensava justamente nisso quando avistou um pontinho no céu. Um ponto branco, com uma pintinha verde.

"Será que..."

Sim, era ela. A pomba. Vindo em direção à janela. E mais: Trazendo uma folhinha no bico.

Nóe a recebe e pega a folha. É pequena, mas possui um grande significado.

Ele a cheira e sente o aroma de árvore. Fragrância de recomeço. Cheiro de vida nova.

"Bom trabalho!", sussurra Noé. A pomba ganha um carinho, Deus recebe louvor.

E o velho Noé sai correndo para dar a notícia, sem se dar ao trabalho de fechar a janela...


***

Talvez seu mundo ande precisando de janelas.

Duvido que você more numa arca, mas acho possível - e até provável - que você se sinta trancado, preso e rodeado, assim como Noé.

Trancado pela mesmice.

Preso a pecados.

Rodeado por problemas.

Como a água estava para Noé, o desânimo está para você. Você olha ao redor e não vê... nada.

Tal qual o de Noé, seu mundo foi destruído.

A única diferença entre vocês dois pode estar nos olhos.

Pense comigo: Foi Deus, e não Noé, quem projetou a arca. Ele a desenhou detalhadamente, o que nos permite afirmar que colocar uma janela ali foi uma ideia celestial.

Deus queria que a pequena janela animasse Noé a cuidar da grande arca. Ele não podia tirá-lo de lá, mas podia ajudá-lo a esperar.

Na vida, nem sempre poderemos sair da arca, mas isso não significa que não possamos olhar para o horizonte.

Desempregado, você pode sorrir.

Abandonada, você pode crer.

Na tempestade, você pode descansar.

Noé estava  preso, mas manteve seus olhos livres.

Faça o mesmo.


***

E o que dizer da pombinha? Ela não podia trazer a árvore inteira, mas trouxe uma folha. Foi o suficiente para que Noé se alegrasse.

Você tem aproveitado as "folhinhas" de Deus?

Nem sempre Ele faz tudo o que queríamos, mas diariamente demonstra o Seu Poder. Enquanto não estamos preparados para a árvore, Ele nos dá as folhas.

É como comer uma guloseima antes do almoço ficar pronto.

O amanhecer é a folhinha aos que choraram à noite.

O beijo é a folhinha dos casais que sofrem.

O amigo é a folhinha dos que não têm mais ninguém.

Colecione folhas como essas e um dia você terá o suficiente para montar uma árvore. E o melhor: Terá o bastante para dar folhinhas a outros.

Noé passou 40 dias na arca. Não sei quanto tempo você passará na sua, mas sei que um dia você irá sair.

Enquanto você espera aí dentro, Deus prepara tudo lá fora. Ele nos estaciona para que possa aplainar o terreno onde andaremos.

Em Deus, toda espera é produtiva.

Enquanto isso, não feche a janela e guarde as folhinhas.

É o horizonte iluminado, e não a arca escura, que deve guiar seu coração...

21 de junho de 2013

Atrasado, Eu?


"Disse-lhes, pois, Jesus: O meu tempo ainda não chegou, mas o vosso sempre está presente."

João 7:6


Não sei quanto a você, mas, diariamente, eu me sinto atrasado.

Tenho 22 anos e ainda não fiz uma faculdade.

Já escrevi três livros, mas eles nunca saíram do disco rígido do meu computador.

Sonho em servir a Deus, mas passo quase todos os meus dias vivendo para mim mesmo.

E, sempre que vou dormir, penso: "Puxa vida, como estou atrasado!"

Acabo de descobrir que sou parecido com os irmãos de Jesus. Sim, Ele tinha irmãos, filhos de Maria e José e você pode se surpreender ao descobrir quão problemáticos eles eram.

Eles não acreditavam em Jesus!

Dormiam no mesmo quarto que o Deus Encarnado, mas O viam apenas como um irmão mais velho, carpinteiro.

Pior: eles viviam implicando com Ele, dizendo-Lhe justamente que Ele estava... atrasado.

Num dia em que haveria uma grande festa em Jerusalém, Jesus estava em casa, tomando café. Ele não queria sair naquele momento, pois sabia que muitos adversários queriam matá-Lo.

Jesus sabia que aquela não era a hora ideal. Sabia que seu momento iria chegar, mas não agora.

E foi então que seus brothers resolveram zombar um pouco:

- Você devia ir na festa, Jesus. - Disseram. - Assim seus discípulos O veriam operando algum milagre...

Era uma provocação clara. O que eles queriam dizer na verdade é: "Ei, se você é tão poderoso, prove hoje!".

Nosso Mestre, porém, não diz nada. E, enquanto Deus não responde, o Inferno não para de azucrinar.

- Não é você que deseja ser conhecido? - Continuam. - Quer oportunidade melhor do que uma grande festa?

Jesus os encara e eu quase posso imaginar a tristeza em seus olhos. Suas palavras são curtas, mas certeiras:

- O meu tempo ainda não chegou, mas o vosso sempre está presente. Vão vocês à festa, eu vou ficar aqui, pois o meu tempo ainda não se cumpriu.

Jesus deixa claro: "Não estou atrasado, pessoal. E outra: Estou parado porque quero. Estou em casa porque sei o momento exato em que devo sair."

Não lhe parece que Ele está falando conosco? A quantos 'convites' malignos você tem dito sim?


***

Assim como os irmãos de Cristo, nós temos um defeito: o único tempo que nos interessa é o "agora".

Ninguém quer saber o que vai ganhar de aniversário daqui a dez anos, não é verdade?

Vivemos ocupados demais com o hoje para refletirmos sobre o amanhã.

Como disse Jesus, "nosso tempo está sempre presente". E temos a péssima mania de sempre achar que estamos prontos

Você acha que está pronta para namorar.

Você acha que está pronto para prosperar.

Você acha que está pronto para sair de casa.

E, como isso ainda não aconteceu, você acaba achando que está atrasado.

Você quer festejar logo, mas não entende que, se sair antes da hora, a festa pode virar tragédia.

Jesus sabia disso. Ele estava seguro de que, naquele momento, o melhor era ficar quietinho.

O tempo provou que Ele estava certo. Ele operou milagres, foi à Cruz, ressuscitou, venceu a Morte. Não estava atrasado coisíssima nenhuma!

E, no fim - sem que fosse tarde demais -, seus irmãos entenderam isso.

Veja o que diz Atos 1:14:

"Todos estes perseveravam unanimemente em oração e súplicas, com as mulheres, e Maria mãe de Jesus, e com seus irmãos."

Houve um dia em que eles creram.

Houve um dia em que eles entenderam.

Houve um dia em que o próprio Deus lhes disse: "nunca questionem o meu tempo!".


***

Oro a Deus para que Ele te toque agora e te ajude a descobrir que o timing d'Ele é perfeito.

Deus não adianta bênçãos nem atrasa provas. O cronograma do Céu não falha.

Talvez você esteja como Jesus estava naquele dia.

Isolado. (Só você crê)

Incompreendida. (Só você entende)

Solitário. (Só você sabe)

Talvez você esteja como eu: preso numa vida que, aos seus olhos, é pequena, mas que, de acordo com os planos de Deus, é perfeita.

Acho que chegou a hora de jogarmos fora nossos relógios.

Está tudo dando certo, querido.

Deus não está te esquecendo, mas te poupando.

Ele sabe das coisas. Sabe que talvez você ainda não esteja pronto ou que talvez o mundo ao seu redor não esteja pronto.

Mas o dia de Deus sempre chega.

E aqueles que hoje não acreditam, sempre acabam crendo, mais cedo ou mais tarde.

Portanto, aprenda algo: o "agora" não prova nada. A única Verdade está no calendário de Deus.


***

Vou terminar, mas antes preciso ressaltar algo: você notou a insistência dos irmãos de Jesus?

Eles queriam que Ele fosse à festa.

Eles queriam que Ele se expusesse.

Eles queriam que Ele metesse os pés pelas mãos.

Satanás morre de medo do tempo de Deus.

Suas pernas bambeiam ao nos ver esperar no Senhor.

Isso porque ele sabe que tudo que fazemos pode dar errado, mas que aquilo que Deus faz é bom, perfeito e agradável.

Portanto, saia do volante. Ele dirige melhor do que você...

12 de junho de 2013

"Apalpe-me"


"Mas Ele lhes disse: Por que sobem dúvidas ao vosso coração? Vede as minhas mãos e os meus pés, que sou eu mesmo; apalpai-me e verificai."

Lucas 24:38,39


Às vezes invejo os doze discípulos.

Eles podiam ver Jesus. Podiam tocá-Lo. Podiam tomar café da manhã com Ele.

Não parece injusto conosco, que não temos os mesmos privilégios?

Eu converso com Jesus todos os dias, mas nunca vi seu rosto.

Sei que Ele almoça comigo, mas não posso vê-Lo com os cotovelos sobre a mesa.

Creio que Ele me guia, embora eu não veja seus pés.

Às vezes penso que nunca tive a mesma oportunidade que Pedro, Lucas, João e os outros.

Quando Jesus ressuscitou, apareceu para eles em carne e osso.

- Não acreditam que sou eu? - Ele perguntou, ao ver que eles não criam. - Pois então vejam meus pés e mãos. Se quiserem, me apalpem!

Apalpar. Tocar. Encostar.

Os discípulos puderam fazer isso. Como eu disse, às vezes eu os invejo. Até que caio na real e percebo que posso fazer o mesmo que eles.


***

Eu posso apalpar a Cristo.

Não posso ver seu corpo, mas vejo sua ação.

Jesus hoje tem bilhões de mãos e pés: nós somos os Seus membros.

Enganam-se os que pensam que não podem vê-Lo. Ele está em todo lugar.

Posso apalpá-Lo quando me lembro das bênçãos recebidas e O louvo.

Posso apalpá-Lo quando me lembro das orações respondidas e O agradeço.

Posso apalpá-Lo quando vejo Seus servos e O identifico.

Por favor, entenda isto: Jesus está ao seu lado nesse exato momento e pode ser visto por olhos treinados.

Eu O vejo quando abraço minha esposa, uma mulher tão maravilhosa que só poderia mesmo ter vindo do Céu.

Eu O vejo quando vou à padaria e percebo que minhas duas pernas continuam funcionando.

Eu O vejo quando ouço o testemunho de alguém que O conheceu.

Diariamente descubro que Ele ainda está aqui, como estava no tempo dos primeiros discípulos.

Gostaria de te convidar a apalpá-Lo. Você, tão soterrado pelos problemas, que já não consegue enxergar as bênçãos.

Saboreie os bons momentos da vida.

Admire as coisas belas do mundo.

Agradeça por estar aqui.

Apalpar a Cristo é enxergar o Seu Amor numa Terra repleta de ódio.

Este é um post meio complicado, pois fala de algo que não pode ser explicado, só vivido. Espero, porém, que você tenha entendido o que eu quis dizer.

Deus acena para os que O chamam, grita para os que O sussurram e sorri para os que O amam.

Em todo o tempo, o mundo encherá nossa cabeça de dúvidas., mas nós servimos a um Deus de certezas.

É certo que Ele ressuscitou. É certo que Ele está conosco. Aqui. Agora.

Só precisamos ajustar os óculos, apurar os ouvidos e aprimorar o toque. Quando nossa prioridade for Deus, Ele se apresentará a nós.

- Olá, filho. - Ele dirá. - Por que está duvidando? Apalpe-me se quiser.

Deus está em todos os lugares. Antes de fechar essa página, feche seus olhos e peça: "Senhor, ainda que eu não possa vê-Lo, permita-me apalpá-Lo!"

Amém.

10 de junho de 2013

Não se Surpreenda


"Ele não está aqui, mas ressuscitou. Lembrai-vos de como vos preveniu, estando ainda na Galileia. Então, elas se lembraram de suas palavras."

Lucas 24:6,8


Elas não deveriam estar tão surpresas.

Não que túmulos abertos ou cadáveres desaparecidos fossem algo comum, mas elas já deveriam saber.

Elas deveriam ter crido. Afinal, Ele havia lhes avisado.

Jesus havia dito - mais de uma vez, aliás - que morreria e que, três dias depois, ressuscitaria.

Ainda assim, na manhã de domingo, Maria Madalena e Maria se levantaram e foram perfumar o túmulo de Cristo.

Esperavam encontrar um Mestre morto, mas se depararam com o Deus Vivo.

O túmulo estava aberto. O corpo havia sumido. E dois Anjos lhes deram a notícia:

- Ele ressuscitou. Ué, por que estão surpresas? Vocês não se lembram de que Ele havia avisado?

Então elas se lembraram. Sim, Ele havia falado, embora, à época, as palavras tenham soado tão absurdas que não pareceram ter importância.

As duas Marias descobriram algo óbvio, embora ainda hoje soe inacreditável:

Jesus nunca - repito: nunca - descumprirá uma promessa.


***

Você está preparado para presenciar coisas inimagináveis?

Está preparado para ver túmulos vazios, paralíticos saltitantes e cegos apreciando o pôr-do-sol?

Se não está, deveria. Afinal de contas, Jesus já nos avisou.

Ele disse que nossa venceria o mundo.

Disse que faríamos obras ainda maiores (!) que as d'Ele.

Disse que, em Seu Nome, operaríamos maravilhas.

Jesus nos preparou para uma vida incomum, emocionante, poderosa. Uma 'vida viva'!

Por isso, mesmo não sendo um Anjo, eu gostaria de te dar um aviso: não se surpreenda, Ele está vivo.

Não se surpreenda quando sua Metade chegar.

Não se surpreenda quando aquela pessoa te pedir perdão.

Não se surpreenda quando a doença for embora.

Em Cristo, nossa vida é uma constante 'abertura de túmulos'.

Temos um Deus especialista em agir após o ponto final, em transformar o imutável, em mudar o que o mundo já havia determinado.

Se você, assim como as Marias, acessou este Blog rodeado pela Morte, prepare-se para deixá-lo cheio de Vida.

Não se surpreenda; ainda hoje, Deus pode falar com você.

Jesus venceu a Morte. Por favor, não O ofenda pensando que Ele é incapaz de resolver seus problemas.

Não se surpreenda ao vê-Lo enxugando suas lágrimas.

É tempo de sorrir. É tempo de cantar. É tempo de crer.

Ante os túmulos do dia-a-dia, prefira ouvir aos Anjos, não as circunstâncias

Jesus vive. E, se Ele te prometeu algo, tenha a certeza de que, se preciso for, Ele virará a Terra de cabeça pra baixo até cumprir o que disse.

Não se surpreenda quando isso acontecer...

3 de junho de 2013

Uma Imagem, Sem Palavras


"Em alguns momentos, o silêncio é o mais potente de todos os gritos."


Cristo & Nós, Nós & Ele


"Amar é... Bem, Cristo ainda está nos ensinando, que tal descobrir conosco?"


Enquanto escrevo esse post, Helen varre o chão do quarto.

Psiu. Silêncio! Ela não sabe que estamos falando dela.

Ela acaba de ir para a sala e agora está arrastando os móveis.

Ouvindo-a, penso no quanto ela é parecida com Deus.

Enquanto eu trabalho no computador, ela arruma a casa.

Enquanto trabalhamos no Reino, Deus arruma nosso coração.

Ele faxina o nosso ser, retirando toda a sujeira que encontra.

Para isso, porém, Ele precisa de nossa contribuição.

Deus precisa que façamos o mesmo que faço para Helen: sair do caminho e deixá-Lo trabalhar.

Ou você acha que eu fico ao lado de Helen enquanto ela maneja a vassoura? Não mesmo. Isso seria um desastre.

Ela sabe o que está fazendo, eu não.

Ela sabe diferenciar amaciante de desinfetante, eu não.

Ela sabe o que está "limpo" e "sujo", eu não.

Deus é assim. Sabe de coisas que não sabemos, vê o que não vemos, conhece o que não conhecemos.

Portanto, que fiquemos quietinhos - orando, lendo a Bíblia, se santificando - e O deixemos trabalhar.

P.S. -> Assim que digitei a última linha deste texto, Helen apareceu com um copo d'água. Eu não havia pedido, ela é que se preocupa com meus rins. Deus é assim: ciente de que a caminhada está difícil, Ele nos protege até que tudo dê certo.

Desenterrando Tesouros


"Encontre grandes diamantes explorando pequenas minas..."


"É impossível ter a Cristo sem antes descartar a si mesmo."

Ei, Filho!


"Cartas escritas por nós e ditadas por Deus..."


Querido Filho,

Desculpe interrompê-lo, mas... posso pedir um instante?

Gostaria de passar um tempo com você, ainda que seja um minuto.

Dê-me um minuto, eu te darei uma bênção; dê-me sua vida, eu te darei a mim mesmo.

Ah, filho! Será que você não entende que sou apaixonado por você?

Não por seus talentos, posses ou dons. Mas unicamente por você.

Não precisa falar nada caso não consiga. Não precisa fazer nada caso não tenha forças. Apenas fique comigo.

Sou a melhor de todas as companhias.

Olho para você e vejo tantas preocupações. Por que você não olha pra mim e vê toda a minha Paz?

Não adianta trocar a fechadura. Eu sempre baterei na porta do seu coração.

Papai

1 de junho de 2013

Hora do Recreio


"Toda tempestade é sucedida por um arco-íris. Sente-se e aprecie-o."


É incrível como Deus ama iluminar os momentos mais escuros de nossa vida.

Ele fez isso com Abraão.

Quando a faca do pai estava prestes a cortar o pescoço do filho, o Anjo gritou: "Pare, Abraão!"

E, segundos depois, Abraão avistou um cordeiro, preso em meio aos arbustos.

Deus havia provido. Isaque estava salvo. E o luto virou culto.

Imagino que Abraão sorriu ao ver o animal. "Êta, Senhor, o Senhor não tem jeito!"

Logo chegará a vez de você sorrir. Deus está pondo 'cordeiros' nos locais que você mais teme.

Não se desespere. As provas de Deus não reprovam Seus filhos.

Ele proverá. "De onde?" De onde você menos imaginar.

O homem brinca de esconde-esconde com Deus, mas Ele sempre nos encontra. Na hora certa, no momento exato.

Fique tranquilo, o cordeiro já está pronto. Seu Isaque não morrerá.

Uma Imagem, Sem Palavras


"Em alguns momentos, o silêncio é o mais potente de todos os gritos."



Cristo & Nós, Nós & Ele


"Amar é... Bem, Cristo ainda está nos ensinando, que tal descobrir conosco?"


Dizem que o Amor é cego, mas eu tenho descoberto o contrário.

Amar é abrir os olhos e enxergar o outro como Deus o enxerga.

Se o Amor fosse cego, perderíamos muito.

Eu não teria visto, por exemplo, o sorriso de Helen ao ganhar um novo secador de cabelo.

Teria deixado de vê-la embrulhada nos edredons como um pacotinho.

E, cá entre nós, se o Amor fosse cego eu perderia o espetáculo que é vê-la cozinhando.

As partes mais bonitas da vida acontecem quando estamos de olhos abertos. Enxergue sua Metade com olhos novos.

Defeitos existem, é claro, mas um espinho jamais tirou a beleza de uma rosa.

Não é que o Amor seja feio; nós é que precisamos de novos óculos. Ouvi dizer que os melhores são aqueles que Deus usa para ver nossos corações...

Desenterrando Tesouros


"Encontre grandes diamantes explorando pequenas minas..."


"Deus nunca deixa algo pela metade. Se nada aconteceu hoje, anime-se para o amanhã."


O Grande Segredo


"Mas aquele que considera, atentamente, na lei perfeita, lei da liberdade, e nela persevera, não sendo ouvinte negligente, mas operoso praticante, esse será bem-aventurado no que realizar."

Tiago 1:25


Um livro chamado O Segredo vendeu milhões de cópias em todo o mundo.

Sua autora, Rhonda Byrne, afirma que o 'Grande Segredo' do sucesso está numa tal 'Lei da Atração', que, basicamente, diz que "nós atraímos tudo aquilo que queremos".

Segundo Rhonda, o pensamento positivo seria a raiz do sucesso. Pense em coisas boas e você atrairá coisas boas, diria a autora.

Creio que Rhonda nunca leu o que Tiago escreveu.

Ao contrário dela, Tiago confiava menos em si mesmo e mais em Deus.

Ao invés de pensamento positivo, Tiago falava de . São coisas diferentes? Sim! O primeiro é produzido por nós, a segunda nos é doada por Deus.

Anote: a não é um mero otimismo. Ter Fé não é apenas pensar que escalar a montanha é possível, mas é crer que, se necessário, Deus moverá a montanha.

Nada de 'nós atraímos'; Tiago preferia confiar no 'Deus nos concede'.

Ele também nos contou um Grande Segredo. Releia o versículo do topo do post.

Concentre-se na parte final: não sendo ouvinte negligente, mas operoso praticante, esse será bem-aventurado no que realizar.

OK, agora concentre-se no final da parte final. Escreverei com tinta vermelha: bem-aventurado no que realizar.

Há um Segredo para que tudo que façamos prospere: ser um 'operoso praticante' da Palavra de Deus!

Eis a fórmula mágica:

Entregue a Deus a caneta e Ele escreverá uma linda história.

Entregue a Deus as rédeas e Ele te guiará a um lindo futuro.

Entregue a Deus a sua vida e Ele te dará a Vida d'Ele.

O Grande Segredo que Rhonda tanto procurava está na submissão ao Senhor.


O Grande Segredo, na verdade, se chama Jesus Cristo. Se chama Cristo em você.

Por isso, ouça mais, fale menos. Perdoe mais, julgue menos. Ame mais, magoe menos.

Se sua bússola for a Bíblia, seu norte será o sucesso. Sucesso absoluto, em todas as áreas.

E, ah, antes que você pergunte: ter sucesso não é ter um carro novo, um salário gordo ou uma esposa magra.

Ter sucesso é ter uma nova Alma. É perceber, repentinamente, que você morreu e Cristo vive em seu lugar, ocupando seu corpo e guiando seu coração.

Obviamente, os bem-aventurados continuam sendo humanos.

Nem tudo dará certo sempre.

Doenças estão à solta.

Demissões, aos montes.

Rejeições, com frequência.

Mas, se você for fiel a Deus, será bem-aventurado no que realizar. Repito: no que realizar.

Em qualquer desafio, em qualquer momento, em qualquer circunstância; Deus estará com você.

Vendendo ações ou picolés.

Sendo amada ou ignorada.

Andando a ou a nado.

Mas sempre (sempre!) bem-aventurado.

O Segredo é esse. Seguir as pegadas do Mestre, sem se distrair pelo caminho.

O Grande Segredo da vida é aprender a ser pequeno.

Diga isto a Rhonda caso a encontre por aí...