15 de novembro de 2010

Improviso - Dois Teimosos

Hoje resolvi fazer algo diferente.

Sempre quando abro nosso blog, paro por alguns minutos para refletir sobre o que Deus quer que eu escreva.

Penso, planejo, penso novamente...

Hoje, a instrução que recebi d'Ele foi "deixar rolar".

Estou escrevendo sem ter a menor ideia de qual será a próxima frase.

Sobre o que falarei?

Bem, talvez eu possa falar sobre o amor incondicional de Deus por mim. Estava pensando sobre isso há pouco.

Confesso que não sou meu fã. Não tenho muita paciência para aceitar meus tantos erros e falhas!

Deus, porém, parece não compartilhar da minha opinião.

Quando não acredito em mim, vejo meu Pai me aplaudindo, mostrando suas mãos perfuradas pelo meu pecado.

Quando não sou bom o bastante, vejo meu Pai dando uma palmadinha carinhosa em meu ombro, dizendo que Ele me basta.

Quando vejo pensamentos negros vaguearem em meu coração, vejo meu Pai, convidando-me para ler a Bíblia e ocupar minha mente com o que realmente vale a pena.

Talvez eu devesse escrever sobre isso...

Ou também poderia falar sobre o amor igualmente estranho que Helen sente por mim.

Nunca entenderei o que ela viu em mim! O que uma garota tremendamente abençoadora, irresistivelmente linda e intensamente sábia está fazendo com um cara como eu?

Confesso que acordei meio "chateado" hoje. Há dias em que o sol parece não brilhar tanto e que continuar dormindo debaixo das cobertas parece ser a melhor opção.

Meu Pai e minha namorada, porém, insistem para que eu me levante.

Sigo, então, muitas vezes desconfiado, desanimado e desacreditado.

Tendo, porém, uma certeza:

Sou amado! Amado além da conta!

Deus tem falado comigo (e eu inclusive já postei isso por aqui) que me falta visão.

Tenho me visto da maneira errada, visto as pessoas de maneira errada.

Tenho visto com incredulidade, ao invés de utilizar os "óculos da fé".

Apesar disso, não posso desanimar!

Tenho dois "teimosos", que teimam em me amar e acreditar em mim acima de qualquer coisa.

Um deles, o principal, meu Pai, deu a vida do Filho por alguém como eu!

A outra, minha Princesa, teima em entregar seus cuidados a alguém como eu!

Dois Teimosos. (Bom título para este post, aliás.)

Ele também teima em amar você incondicionalmente!

Acho que essa minha "divagação" foi muito boa, não acha?

Não desanime! Ele acredite em você!

E assim, ladeado por esses teimosos, eu prossigo para o Alvo e este blog prossegue na tentativa de te abençoar um pouquinho!

2 comentários:

  1. Graça e paz, sempre!

    Passei por aqui para conhecer seu blog.
    Estou procurando bons blogs para compartilhar.

    Já estou te seguindo.

    Ficaria muito feliz se puder me visitar.
    Se quiser me seguir também será um prazer para mim.

    Abraço em Cristo,

    Sandro
    http://oreinoemnos.blogspot.com/
    Te espero lá.

    ResponderExcluir
  2. Realmente tem dias que não estamos muito animados, acordamos tristes sem saber o motivo. Ficamos chateados sem ninguém ter feito nada conosco. Mas nessas horas temos que pensar que Deus está conosco, e que ele não quer que fiquemos assim. Não podemos deixar a tristeza tomar conta da nossa vida. Deus pode todas as coisas!

    ResponderExcluir